Teatro

A influência de Jarry no teatro foi profunda. Uma linha direta pode ser trçada de Ubu Roi, pelas peças de Guillaume Apollinaire e Roger Vitrac, e o “Teatro de Crueldade” de Antonin Artaud, ao qual  crítico Martin Esslin chamou de “Tatro do Absurdo”, o qual “luta para expressar o senso de insensatez da condição humana, e a inadequação do approach racional e do pensamento discursivo” (Esslin 1961).

Isso claramente se sobrepõe não apenas com a patafísica, mas também com o Dada, surrealismo e outra ideias similares, entretanto, os líderes do teatro do absurdo incluíam Boris Vian e claro, Eugène Ionesco, que foi provavelmente o autor que abordou de forma mais explicita a influência da patafísica em seu trabalho. Menos reconhecida é a influência de Jarry na obra de Becket, o qual chegou até a traduzir alguns dos trabalhos de Jarry.

No caso de Ionesco, é ainda mais fácil identificar a influência, dado que foi um Satrapa Transcedental do Collège de Pataphysique, e ele próprio reconheceu a relevância da patafísica em sua obra durante toda sua carreira.

Eugène Ionesco

Música

Muitas referências à patafísica podem ser encontradas através da música, desde os trabalhos conceituais de John Cage, até os experimentalismos de Frank Zappa, além de muitas bandas que citam a patafísica e Jarry de forma literal. Entretanto, a passagem mais famosa da patafísica na história da música talvez seja a dos Beatles, na música “Maxwell´s Silver Hammer” (The Beatles, 1969):

 

John was quizzical

Studied pataphysical

Science in the home

Paul McCartney tomou contato com o ciclo Ubu em um programa de rádio da BBC, onde a peça foi representada, e desde então se aprofundou no tema. Entretanto, talvez a referência não explicita mais profunda da patafísica na obra dos Beatles seja Sergeant Peppers Lonely Hearts Club Band (1967), oferecendo uma solução patafísica para o problema da fama dos Beatles. Uma banda imaginária faz uma performance “ao vivo” que é totalmente sintética para uma audiência inexistente que é ela mesma parte da gravação.

O interesse de Paul McCartney pela patafísica, ou pelo menos pelo ciclo Ubu, continuou, e em 1995, ele produziu uma série em seis capítulos para rádio, intitulada Oobu Joobu, que foi ao ar no American network Westwood One.

Cinema

Em seus estudos sobre a filmografia do cineasta Tim Burton, Allison McMahan generaliza a patafísica em uma possível tradição cinematográfica:

Filmes patafísicos possuem várias características em comum, incluindo algumas ou todas das listadas abaixo:

  1. Ironizar sistemas estabelecidos de conhecimento, especialmente acadêmicos e científicos

  2. Seguir uma lógica alternativa de narrativa

  3. Uso de efeitos especiais de uma forma espalhafatosa e esplícita (em oposto a tendência comum de tentar “esconder” os efeitos especiais, buscando uma maior realidade e perfeição.

  4. Presença de enredos simples, e personagens esparsamente desenvolvidos, dado que o foco esta na narrativa em si mesmo, intertextual e referências não-diegéticas. (McMachan2006,3)

Tim Burton
*Informações retiradas do livro: ´Pataphysics, a useless guide (Andrew Hugill, 2002, Cambridge Massachussets - MIT)

Follow me

© 2023 by Nicola Rider.
Proudly created with
Wix.com
 

  • Facebook Clean
  • Instagram Social Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now